Postado por : Patricia Gonçalves 07 abril 2013


Título: Butterfly
Trilogia: Butterfly
Autora: Kathryn Harvey
Páginas: 520
Editora: Universo dos Livros
Resenha por: Patricia Gonçalves
Sabe quando te dizem para não julgar um livro pela capa? Foi justamente o que aconteceu com esse. Na época comprei achando que trataria de um tema, quando na verdade o ponto central é outro, o que me surpreendeu de maneira muito positiva.

Apesar de o livro ter sido originalmente escrito em 1988, só foi publicado aqui no Brasil em 2012 devido ao boom de livros com conteúdo erótico que invadiu o mercado literário. O estilo da autora é envolvente, levando o tempo todo o leitor viajar no tempo. Afinal, ficamos num vai-vem entre os anos 50 e nossa década para que ela consiga explicar certos detalhes. Isso é muito bacana, pois conforme os anos vão passando na trama (acompanhamos quase 40 anos da vida da protagonista), vamos observando as grandes transformações que aconteceram nos Estados Unidos na época, como a morte do presidente Kennedy, a fundação do McDonalds e outras coisas.

Um ponto que gostaria de comentar é sobre os momentos eróticos do livro. Kathryn sabe como narrar boas cenas, sem parecer vulgar e/ou detalhista demais. Algumas fantasias apresentadas podem ser as mesmas que os leitores possuem e isso dá uma enorme sensação de identificação com o livro. Ele foi escrito para adultos em geral, independente do gênero, o que normalmente tenho sentido falta no mercado.  O que temos são sempre livros eróticos escritos apenas para mulheres, devido ao estilo de narração. O que não acontece com esse, uma vez que o ponto central do livro é vingança e redenção (e não apenas sexo, como a sinopse oficial nos leva a pensar.)

Butterfly é o nome de um bordel para o público feminino. Lá, as mulheres podem escolher com quem desejam “passar um tempo” e vão para um quarto especifico, tudo de acordo com a fantasia delas. Esse bordel funciona no segundo andar e no primeiro existe uma loja de roupas masculinas, onde os “acompanhantes” fazem desfiles, mostrando os modelitos do lugar. Ninguém suspeita da atividade que ocorre no andar de cima... Existe muita discrição por parte dos funcionários e dos acompanhantes.

Nesse núcleo, somos apresentados a três personagens secundárias, mas que ilustram o que acontece no bordel.  Jessica, uma advogada que é subjugada pelo marido manipulador; Trudie, construtora de piscinas que trabalha pesado no mesmo nível dos homens e Linda, cirurgiã que não consegue obter prazer. Todas elas possuem problemas com homens e vão atrás das vantagens do bordel para tentarem acabar com isso.

Conforme elas vão freqüentando o bordel, vamos descobrindo mais sobre suas fantasias, seus medos, suas vidas em geral. Suas personalidades e atitudes são muito diferentes e podemos nos identificar com elas.

-Você disse que é um homem que vai alto. Bem, eu sou uma mulher que também vai subir. Um dia, serei rica e poderosa também. Só que mais rica e poderosa do que você.

Enquanto esse núcleo se desenvolve, nos vemos diante de um mistério: quem dirige o Butterfly? É nesse ponto que toda aquela idéia de que o livro giraria somente ao redor de uma temática apenas erótica cai por terra. A autora nos mostra a história dramática e cheia de percalços da protagonista (cujo nome não vou revelar para não dar spoiler), que decide se vingar da pessoa que a fez sofrer. A partir disso, sua vida muda completamente, em todos os sentidos possíveis/imagináveis e passa a girar em torno de seu plano elaborado de vingança.

O único ponto negativo no livro inteiro foi ver o desfecho desse plano. Não foi ruim... Apenas acho que poderia ter explorado melhor quando “a casa caiu” pro vilão (que também não vou citar o nome por causa de spoiler). Eu queria muito que ele sofresse horrores, mas de certa maneira, a protagonista realizou seu sonho, pelo qual batalhou tanto. E ainda termina o livro simplesmente divandooooooo!

Recomendadíssimo pra quem adora um livro que tenha umas cenas mais quentes, com personagens envolventes e um plano maléfico de vingança ;)


Comentários
4 Comentários

{ 4 comentários... comente você também }

  1. Já ouvi dizer que esse é o único 'erótico' que realmente presta. Sendo o único que realmente presta ou não eu não gostaria de ler, mesmo tendo vinganças e eu amando essa temática.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia que a fama do livro é ser o único que presta =O Fiquei realmente interessada com este comentário! Estava querendo ler algum erótico que valesse 5 estrelas.

      Excluir
  2. Já li alguns eróticos, alguns bons e outros ruins é claro! Mas este estou desejando a um bom tempo, gostei da sinopse dele e parece ser muito mais que cenas quentes. Parece ter um enredo forte e um propósito, sabes? Um porque de tudo e um objetivo :) Gostei.

    ResponderExcluir
  3. Caramba, depois dessa resenha é que não me arrependo nenhum pouco de ter comprado o livro numa promo da Siciliano... Fiquei super curiosa pois adoro romances quentes e com suspenses, parabéns pela resenha está perfeita ;)

    ResponderExcluir

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -