Archive for Março 2014

Postado por : Thainá Cristina 31 março 2014

" Cidadãos de Panem, vocês estão preparados? Sei que aguardaram o ano inteiro e, mais uma vez, é chegada a hora... Bem vindos à Septuagésima quarta edição dos Jogos Vorazes!"

Olá, leitores. 
Quem está animado para participar da promoção Jogos Vorazes?

A trilogia conquistou milhares de fãs por todo o mundo e agora pode ser sua. Em parceria com blogs amigos iremos sortear a trilogia, guias e alguns mimos dessa famosa história. 

Serão dois ganhadores que irão faturar prêmios distintos, já que consideramos premiar apenas uma pessoa, mas não seria justo com os participantes. Sendo assim você terá duas chances de ganhar.

O primeiro kit será composto pela trilogia. Já o segundo sorteado irá levar para casa os dois guias dos filmes, um tordo, três bottons e marcadores personalizados. 

Dá uma olhada em alguns brindes e vê se não vale a pena participar!


Quem irá participar?
Postado por : Thainá Cristina 28 março 2014
 

O Discípulo da Madrugada - Padre Fábio de Melo
Sinopse: A vida espiritual é uma travessia que nunca termina. Em O Discípulo da Madrugada, Padre Fábio de Melo nos apresenta um personagem religioso e bem-intencionado que tem sua vida modificada ao se tornar amigo de Jesus, antes de presenciar sua crucificação. Ao ouvir a pregação de Jesus, esse homem sente ruir a estrutura que até então dava sentido à sua vida. Desalojado em si mesmo, ele inicia uma aventura encantadora pelos caminhos da liberdade interior. Um personagem que tem um pouco de todos nós. Ou muito. É preciso observá-lo de perto, pois pode ser que o conheçamos bem. Pode ser até que a identificação seja tão profunda que, sem receios, possamos dizer: este sou eu.

O vendedor de armas - Hugh Laurie
Sinopse: Aproveitando a presença de Hugh Laurie no Brasil para uma série de shows em março, a Editora Planeta relança O vendedor de armas com capa nova. Hugh Laurie, formidável intérprete do Dr. House, soube se afirmar na TV e continua seu excelente trabalho com esta história de tirar o fôlego. Quando Thomas Lang, ex-militar de elite, recebe uma proposta de 100 mil dólares para assassinar um empresário norte-americano, ele decide alertar a futura vítima – uma boa ação que não ficará impune. Em questão de horas, Lang terá de se defender com uma estátua de Buda, jogar cartas com bilionários impiedosos e colocar sua vida nas mãos de mulheres fatais, enquanto tenta salvar uma linda moça e impedir um banho de sangue mundial. Encontramos nesta história muito do que se vê em um episódio de House, o mau espirito salvador e a réplica assassina de Hugh Laurie, a serviço de uma intriga apaixonante e de um personagem memorável. Um ator que saiba escrever bem é algo raro, mas Hugh Laurie, misturando humor com uma eficácia hollywoodiana, faz uma entrada talentosa no mundo da literatura.
Postado por : Thainá Cristina
A Geração Editorial liberou recentemente a nova capa de Como Viver Eternamente romance de estréia da autora Sally Nicholls, que tem recebido ótimas críticas no exterior e que em breve chegará as livrarias nacionais.

“Como Viver Eternamente” – Sally Nicholls

Meu nome é Sam. Tenho onze anos. Coleciono histórias e fatos fantásticos. Quando você estiver lendo isso, provavelmente já estarei morto. Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder.

”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.

Postado por : Priscila Silva
O Vale dos Mortos
Série: As Crônicas dos Mortos - #1
Autor
: Rodrigo de Oliveira
Páginas: 320
Editora: Faro Editorial
Resenha por: Priscila Silva

Compre com desconto
O ano é 2018. O Planeta Hercólubos, em sua magnitude, já pode ser visto bem perto da Terra, mesmo a olho nu. Bilhões de pessoas esperavam por esse espetáculo. Mas, para a surpresa e desespero de muitos, um estranho fenômeno acontece e 70% da população de repente cai desmaiada, um após o outro. Quando acordam, não são mais humanos. Não possuem mais almas. Só o que interessa para essas criaturas é matar.
E o que resta para os sobreviventes, é fugir e lutar.

A história principal se passa em São José dos Campos, São Paulo. A família de Ivan acorda em uma manhã de Sábado, e como de costume, saem todos juntos para resolver pequenas pendências que sobraram da semana. Já no Shopping para almoçar, se deparam com uma situação monstruosa: inúmeras pessoas desmaiam, e quando acordam, começam a atacar os que não tinham sido afetados. Ivan e Estela correm contra o tempo, e contra os terríveis monstros, tentando salvar a sua família, e suas próprias vidas. Além da vida de outras pessoas que foram surgindo pelo caminho. A partir daí a vida que conheceram, nunca mais seria a mesma. Entre fugir e lutar, encontrar um asilo seguro torna-se prioridade. A convivência em grupo com pessoas estranhas é indispensável, e aprender a se defender é uma questão de sobrevivência. Esse é o novo mundo. O Planeta dos Mortos.

“A massa de zumbis parou no portão, que estava trancado. Vários deles esticavam os braços débeis para fora, num esforço inútil de alcançar Ivan, ou algum dos membros de sua família. Os gemidos e grunhidos daquelas criaturas miseráveis eram intermináveis”.

O Vale Dos Mortos é um livro de literatura nacional. E conta à trajetória de duas pessoas normais, que de uma hora para outra, precisam enfrentar seus medos, a fim de salvar seus filhos e posteriormente amigos, que são encontrados pelo caminho. A história é narrada em pessoa, e por isso, você fica sabendo de outros pontos de vista da mesma situação.
A história é muito bem escrita, detalhista na medida certa e com certeza, quem gosta de livro de terror, vai gostar deste.
O livro físico é muito bem estruturado. A capa é bem realista, tem o nome em relevo, e as imagens dos zumbis dentro, dá um certo medo, o que é bom. As folhas são extremamente grossas, e dá uma sensação de “fino”, sabe? Um livro fino e muito bonito, de fato. Sinceramente, esse livro me surpreendeu. E eu, como leitora, recomendo muitíssimo.

O que eu gostei do livro, foi que realmente a história me prendeu. Comecei a ler, e depois não consegui parar, até acabar. Literalmente. “Virei a noite” lendo esse livro magnífico. E a famosa frase: “Vou ler só mais esse capítulo”, se repetiu até que “esse capítulo” era o último. Realmente eu amei. Os lugares descritos, sendo reais, como São José dos Campos mesmo, me deu a sensação de estar realmente lá, assistindo tudo. O detalhamento das armas, das lutas, é muito bem elaborado, e por isso me fascinou. A imaginação corre solta!

O que eu não gostei do livro, foi só uma coisa: Ele fez eu ir dormir às 5 da manhã. Hahaha
Mas valeu a pena.

“O homem se virou, devagar. E Ivan percebeu que de fato fora uma péssima ideia.
[...] O homem  tinha o rosto ensanguentado, e o nariz estava visivelmente quebrado. Sua cara era de poucos amigos, e os olhos, vazios e mortos, como os da loira mutilada.”
Postado por : Thainá Cristina 26 março 2014

O Quatro Amigas fechou parceria com a Faro Editorial, uma editora nova no mercado e que promete vir com força trazendo títulos voltados para o público adulto e jovem.

Saiba mais sobre a editora e seu catálogo abaixo.

A editora

Num mundo em acelerada transformação, como o da comunicação, é preciso ter “faro” para escolher e lançar o melhor. Esta poderia ser uma boa explicação para o nome da mais nova editora do mercado: Faro Editorial. Mas não foi assim que o nome surgiu. Na verdade, Faro é o sobrenome dos avós italianos de Pedro Almeida, editor já com longa e consagrada carreira no segmento de livros, tanto dentro de grandes e pequenos grupos como em atuação solo. Pedro agora se associa a Karine Pansa e Diego Drumond, dois nomes também bastante conhecidos no meio, para lançar uma editora própria.

Os três sócios vão somar expertises diferenciadas e complementares para surpreender agradavelmente seu público-alvo – adulto e jovem — e também atrair novos leitores de comunidades que surgem e crescem em função de novos comportamentos originados na interatividade proporcionada pelos avanços da tecnologia.

A Faro Editorial, nasce também com um selo específico, a Edição Limitada, para atender a essa demanda latente, levando ao mercado desde títulos clássicos — produzidos com requinte artesanal e tiragens limitadas de colecionador — enquanto se encarrega das obras de autores best-sellers e clássicos, alguns já conhecidos nacional e mundialmente e outros ainda em busca do reconhecimento e público.
Postado por : Thainá Cristina 24 março 2014
Título: As Treze Relíquias
Saga: Treze Relíquias #01
Autores: Michael Scott,
Colette Freedman
Páginas: 416
Editora: Planeta
Resenha por: Thainá Cristina
Quando solicitei As Treze Relíquias para a Editora Planeta, imaginei que esse livro seria mais um YA sobrenatural inocente, daqueles aonde crianças passam por diversas aventuras para descobrir a tal das 13 relíquias e salvar o mundo e etc, mas não é nada disso que aparece nas folhas do livro. 

A história de as As Treze Relíquias começa quando Sarah Miller salva uma senhora do que aparentemente parecia ser um assalto, e ganha da mesma um pedaço de uma espada quebrada e um pedido para que a entregue a seu sobrinho Owen Walker, e a mantenha a salvo. O que Sarah e Owen não sabem é que esse artefato contém um poder extraordinário e que faz parte de um grupo de 13 relíquias que se reunidas, poderão trazer o fim da humanidade, e que estão prestes a entrarem em um banho de sangue em meio a rituais satânicos que se seguirão durante todo o livro para salvarem as suas vidas de Ahriman e Vyvienne, que sabem do poder que as relíquias contém e vem espalhando corpos por toda Londres já que querem a todo custo uni-las para assim dominarem o mundo com o seu poder, e para isso não medem esforços.

Eu demorei bastante tempo para ler esse livro, uns aproximadamente três meses. Metade dessa demora foi por problemas pessoais que como já expliquei aqui em outros posts do blog, meu começo de ano foi BEM conturbado, e a outra metade, aquela que quando conseguia parar para ler um bom livro e se esquecer desse mundo e seus problemas, bem essa metade ficava chocada com a história que Michael Scott e Colette Freedman criaram. O porque você me pergunta? Bem, esse livro não é NADA do que eu imaginei, e não de uma maneira boa.

O livro se tornou algo muito mais sombrio do que eu esperava e a minha maior dificuldade com ele foi o banho de sangue que acontece durante todo o livro e as descrições das cenas eram um pouco demais pro meu gosto já que são BEM detalhadas. Outra coisa que também me incomodou foram as cenas de sexo que acontecem em excesso se tornando desnecessárias até. 

Talvez por não estar no clima, ou por realmente não estar esperando uma história desse tipo, mas a leitura de As Treze Relíquias infelizmente não foi tão prazerosa.

Os pontos positivos (sim, existe eles!) do livro fica por conta dos capítulos serem bem pequenos e narrado em terceira pessoa dando foco a diversos personagens. Também gostei da mitologia do livro porém senti que  muita coisa foi deixada um pouco de lado focando muito mais o banho de sangue, sim eu sei já falei dele, mas é porque ele está por toda parte do livro! ¬.¬

Já do trabalho da editora não tenho do que reclamar. A capa é lindíssima, diagramação boa e sem erros gramaticais.

Em geral As Treze Relíquias é um livro que eu indicaria somente para aqueles que já gostem e esperem um pouco de terror, sangue, ocultismo, por que nisso o livro não deixa a desejar ;)


Postado por : Thainá Cristina 22 março 2014

Ontem pela tarde o tumblr oficial do filme Maze Runner – Correr ou Morrer, liberou novas stills da adaptação cinematográfica do best seller do autor James Dashner.

O filme traz o ator da série Teen Wolf, Dylan O’Brien, interpretando o jovem Thomas, que acorda preso em um enorme labirinto com um grupo de outros garotos e sem memória do mundo exterior a não ser por estranhos sonhos sobre uma misteriosa organização conhecida como W.C.K.D. Apenas ao explorar os fragmentos de seu passado com pistas que ele descobre no labirinto, Thomas poderá descobrir seu verdadeiro propósito e uma maneira de escapar.







Postado por : Thainá Cristina 21 março 2014
O site Yahoo Movies divulgou com exclusividade o primeiro featurette de A Culpa é das Estrelas (The Fault in Our Stars), adaptação do best-seller do escritor John Green.

A história de A Culpa é das Estrelas gira em torno de Hazel (Shailene Woodley) e Gus (Ansel Elgort), dois adolescentes que se conhecem em um grupo de apoio a pacientes com câncer, e compartilham, além do humor ácido e do desdém por tudo o que é convencional, uma história de amor que os faz embarcar em uma jornada inesquecível.

O filme é dirigido por Josh Boone (Ligados pelo Amor), com roteiro de Scott Neustadter (500 Dias com Ela), baseado no livro de John Green. Willem Dafoe, Nat Wolff, Laura Dern, Sam Trammell, Mike Birbiglia e Emily Peachey também estão no elenco.

A Culpa é das Estrelas tem estréia agendada para o dia 12 de junho no Brasil.




FOTOS




Postado por : Thainá Cristina
Título: O Segredo de Ella e Micha
Saga: O Segredo #1
Autora: Jessica Sorensen
Páginas: 264
Editora: Geração Editorial
Resenha por: Thainá Cristina
Hoje venho trazer para vocês a resenha de O Segredo de Ella e Micha, publicado aqui no Brasil pela Geração Editorial, que surpreendeu seus parceiros com esse mimo LINDO! *-*

O livro como o nome já diz conta a história de Ella Daniels e Micha Scott, amigos muito próximos desde da infância com os mesmos gostos musicais, amor pelos carros e que descobrem estarem apaixonados um pelo outro.

E tudo isso seria lindo e perfeito na terra da fantasia, mas em se tratando de um New Adult não podia faltar um pouco de drama e dificuldades a serem vencidas na vida de nossos protagonistas. E isso, Jessica Sorensen acrescentou bem na história, e MUITO!

Ella é uma jovem com uma vida complicada desde muito cedo com sua família super disfuncional. Sua mãe sofria de transtorno bipolar, seu pai um alcoólatra e seu irmão super ausente. Já Micha sofreu com o abandono de seu pai, e fora criado sozinho por sua mãe. Juntos, Ella e Micha encontram consolo um no outro, porém após uma noite trágica, Ella se vê sem chão e sem rumo e decide sumir de sua cidade natal deixando todos para trás e sem mencionar o seu paradeiro.

Agora depois de 8 messes longe de casa, Ella retorna a sua cidade e terá que lidar com tudo aquilo que tanto lutou para esquecer e seguir em frente, e o pior, terá que enfrentar um Micha super apaixonado e que a procurou incansavelmente durante esses 8 messes longe de casa, e que está disposto a tudo para ter a sua Ella de volta.

Apesar de O Segredo de Ella e Micha conter todo o material necessário para um livro do gênero New Adult bombar no meio literário, eu diferente de muitas pessoas, enfrentei diversas dificuldades com a leitura do livro.

A primeira foi com o nome escolhido pela autora para O Micha. Sim, O em letra maiúscula porque eu jurava que o livro se tratava de um NA entre duas mulheres e não entre um homem e uma mulher. Sério, nome infeliz esse que a autora escolheu para o personagem. Tão infeliz que já encontrei 3 leitores que imaginaram a MESMA coisa e que também desanimaram com a história. Após isso meu ânimo com a leitura foi lá embaixo e não aproveitei tanto o livro como esperava.

Durante todo o tempo eu via uma certa contradição no personagem do Micha e isso dificultou e muito que eu me apegasse ao personagem. Não só a ele, mas com a Ella também, que luta tanto durante o livro pra ser uma pessoa que ela não é, e isso realmente me irritava em alguns momentos. E nem mesmo com a narração sendo intercalada entre ambos os personagens, me fazia me aproximar e me apegar mais a eles.

Fora isso a narração é leve e você consegue ler umas 100 folhas em menos de 1 hora tranquilamente, mesmo estando em uma ressaca literária.

Um dos outros pontos positivos do livro foram os personagens secundários que trouxeram bastante leveza a história e te deixa curiosa com o próximo livro e também os rachas, que é algo novo do qual eu nunca tinha lido, só visto em filmes e gostei bastante.

Já o trabalho da Geração Editorial está lindíssimo! Essa capa é muito mais bonita pessoalmente e o livro fica belíssimo na estante com essa tonalidade toda meiga <3 A diagramação também está um show com letras grandes, mas nada muito exagerado que atrapalhe a leitura.

O Segredo de Ella e Micha é o primeiro livro da saga O Segredo, que já conta com 4 livros lançados no exterior. 
Postado por : Thainá Cristina 19 março 2014
Título: Enquanto eu te esquecia
Autora: Jennie Shortridge
Páginas: 384
Editora: Única
Resenha por: Thainá Cristina
Lucie Walker sempre fora uma mulher controladora e calculista que sempre planejou meticulosamente seus passos. Mas perder a memória antes de seu 40º aniversário e dois meses antes do grande dia de seu casamento não estava em seus planos.

Encontrada perdida e assustada na Baía de São Francisco, sem se lembrar de como foi parar naquele lugar e de quem realmente é, Lucie é levada a uma clínica psiquiátrica aonde permanece até a chegada de um belo rapaz que diz ser seu noivo e que atende pelo nome de Grady Goodall. Mas como confiar em alguém de quem você não se lembra? O que houve com a sua memória? Qual evento traumático levou a sua mente a ter esse colapso?

Lucie tem essa e muitas outras perguntas, mas como conseguir as respostas de quem ela realmente é, quando se tem um passado aonde ela mesma tentou esconder de todos, inclusive de seu próprio noivo, a 7 chaves?

É isso. Essa é a premissa de Enquanto eu te esquecia da autora Jennie Shortridge, lançado aqui no Brasil pela editora Única, e que me fez surtar e dizer pronto, quero, CADÊ O LIVRO?!

A história me intrigou não somente pelo fato de ter uma capa bonita, que aliás está realmente belíssima, mas sim sobre como seria desenvolvido esse problema já que nunca li nada parecido, e devo dizer que gostei bastante de como a autora optou por narrar a história não somente pelo ponto de vista de Lucie, mas intercalando também com a perspectiva de Grady sobre o problema, e como esse evento o afetou também afinal, como continuar amando uma mulher que você descobre não conhecê-la totalmente? Como ajuda-la a passar por tudo isso? Como reconquista-la? Como voltar para um relacionamento após um evento desses?!

É gostoso ver como Lucie lida e se reinventa através dessa dificuldade e de como Grady a ajuda nesse processo demonstrando seu amor e paciência com ela, o que com certeza é um dos pontos positivos do livro. Isso, e o fato da autora dar veracidade a história, sem ser algo muito mirabolante e surreal. 

Apesar de toda minha expectativa e empolgação com o livro, a autora para mim pecou na narração que se torna cansativa, já no meado do livro por excesso de detalhes. Um outro fator que também me fez avaliar o livro com 4 estrelas, foi que as descobertas sobre o passado de Lucie não eram tão surpreendentes assim. Terríveis sim, mas previsíveis ao meu ponto de vista que esperava algo do tipo "Eita, nossa, caramba!". E isso infelizmente não rolou.

Sobre o trabalho da editora, não tenho do que reclamar já que a cada lançamento ela tem mostrado um trabalho dedicado e belíssimo, seja na divulgação ou no trabalho gráfico <3 


Postado por : Thainá Cristina 18 março 2014

O aguardado primeiro trailer da saga de sobrevivência Maze Runner – Correr ou Morrer (The Maze Runner), adaptação do cineasta Wes Ball, best-seller de James Dashner, finalmente foi liberado na internet.

O filme traz Dylan O’Brien, da série Teen Wolf, interpretando Thomas, que acorda preso em um enorme labirinto com um grupo de outros garotos e sem memória do mundo exterior a não ser por estranhos sonhos sobre uma misteriosa organização conhecida como W.C.K.D. Apenas ao explorar os fragmentos de seu passado com pistas que ele descobre no labirinto, Thomas poderá descobrir seu verdadeiro propósito e uma maneira de escapar.

Will Poulter (As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada), Aml Ameen, Thomas Brodie-Sangster (Game of Thrones), Blake Cooper (Uma Família em Apuros) e Ki Hong Lee também estão no elenco

Trailer Legendado


Trailer Dublado


Pôster

Meu Surto! <O>

Ontem foi o tão esperado dia do lançamento do 1º trailer completo de Maze Runner! Então você pode desconfiar como eu fiquei né?!

Sendo uma grande fã da saga e claro, uma grande fã do Dylan O'brien #EmotionApaixonado, não podia ser diferente já que a galera do marketing do filme vinha liberando muito pouco material dele e ontem finalmente eles decidiram acabar com o meu emocional e liberaram o mundo de Maze Runner!!

Foram 24 horas de pura agonia e surtos porque primeiro eles me lançam o pôster, ai vem still, ai depois vem um teaser do caralho (sorry é um relato surtado não podia ser diferente), ai depois vem um teaser do teaser (MTV e FOX maldita! Amo vocês #S2), e ai quando finalmente já não podiam mais brincar com o fandom porque metade já estava indo rumo a UPA, ai finalmente vem o trailer e cara, VALEU A ESPERA!

SETEMBRO JÁ PODE VIR FIO <3
Postado por : Thainá Cristina 17 março 2014
Título: Todo Dia
Autor: David Levithan
Páginas: 280
Editora: Galera Record
Resenha por: Ingrid Sodré
Compre: Submarino | Mais
"Acordo. 
Imediatamente preciso descobrir quem sou. Não se trata apenas do corpo - de abrir os olhos e ver se a pele é clara ou escura, se meu cabelo é comprido ou curto, se sou gordo ou magro, garoto ou garota, se tenho ou não cicatrizes. O corpo é a coisa mais fácil à qual se ajustar quando se está acostumado a acordar em um corpo novo todas as manhãs. É a vida, o contexto do corpo, que pode ser difícil de entender.
Todo dia sou uma pessoa diferente. Eu sou eu, sei que sou eu, mas também sou outra pessoa.
Sempre foi assim."
página 7

É com esse trecho que início a resenha de um dos livros mais incríveis que já tive oportunidade de ler. Trata-se de um livro extremamente humano, repleto de reflexões e filosofias sobre os conflitos da vida, do cotidiano. Por essa razão, é muito complexo argumentar sobre algo tão intenso como foi essa leitura.

Você já imaginou como seria estar num corpo diferente todos os dias? "A" é hospedeiro de um corpo diferente todas as manhãs, sua vida é assim desde que nasceu. A não entende a razão pela qual cada dia se encontra num corpo distinto, mas depois de um tempo desiste de entender e simplesmente vive o dia. A não tem sexo, ora se hospeda em meninos, ora em meninas, mas sempre pessoas com sua idade, 16 anos. Logo que acorda, A consegue acessar as informações básicas para sobreviver o dia, mas sempre procura não interferir e, principalmente, visa não se envolver afetivamente com nenhuma pessoa que passa pela sua vida temporária.
Tudo ocorre como de costume, até quando A se hospeda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon.

"Quando tiro os livros de Justin do armário, posso sentir que alguém está me rondando. Dou meia-volta; a garota parada ali é transparente em suas emoções: tímida e ansiosa, nervosa e apaixonada."
página 9

Justin e Rhiannon têm um relacionamento questionável, A se vê encantado com Rhiannon e deseja proporcionar à ela um dia incrível, um dia que Justin não poderia lhe conceder. A partir desse daí, A quebra todas as regras que estabeleceu e o inevitável acontece: A se encanta pelo jeito doce da garota. Uma cumplicidade é construída e A luta todos os dias para encontrar sua amada, embora esteja em um corpo diferente. Mas como esperar que alguém que acredite e, principalmente, entenda sua realidade? Será possível manter um relacionamento com alguém que sempre está em um corpo diferente a cada dia?

"As pessoas não dão valor à continuidade do amor, assim como não dão valor à continuidade do corpo. Não percebem que a melhor coisa sobre o amor é a sua presença constante. Assim que você estabelece isso, sua vida ganha uma base extra. Mas se você não pode ter essa presença constante, só tem uma base para sustentá-lo, sempre."
página 53

"Todo Dia" tem um enredo sensível, único e humano. Em todos os momentos as reflexões de A causam efeito no leitor, sua visão de mundo transborda sensibilidade e intensidade. A narrativa do autor é intimista e flui naturalmente, tão leve quanto suas palavras. David Levithan abordou de forma inteligente e sútil diversos assuntos como amor, religião, alcoolismo, bullying e principalmente o preconceito a respeito do homossexualismo.

Sobre termos estéticos e diagramação, a Editora Record fez um bom trabalho. Não houve erros de revisão, as páginas são amareladas e as letras com tamanho mediano, padrões ideais para uma boa leitura.
É um livro, que na minha concepção deveria ser leitura obrigatória para qualquer ser humano.

"Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por um gênero. Apaixonei-me por indivíduos. Sei que é difícil as pessoas fazerem isso, mas não entendo por que é tão complicado, quando é tão óbvio."
página 123


Resenha por
Ingrid Sodré


Sobre a autora: 
Meu nome é Ingrid Sodré, tenho 18 anos e sou estudante de Arquitetura e Urbanismo. Tenho paixão pelas coisas simples da vida. Adoro ler, escrever, fotografar e desenhar. Tenho um blog pessoal e nele contém fragmentos meus. 

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -