Archive for Abril 2014

Postado por : Thainá Cristina 30 abril 2014
Hey galerinha!
Vim trazer um resumão sobre as novidades da editora Charme que saiu por esse dias. Acho que já disse aqui no blog, mas volto a repetir, acredito que a editora está chegando com tudo e com ótimas promessas de lançamentos voltados para o público feminino.

Mas vamos as novidades?? 


A editora Charme adquiriu os direitos de tradução e publicação da trilogia Love in LA da autora Audrey Harte. Fazem parte da trilogia: Love in all the wrong places, All the right things e The winner takes it all.

A série é um chick lit e conta a história da atrapalhada Annie, que sonha encontrar o amor de sua vida, e para isso, resolve procurar ajuda num site de relacionamentos. A risada é garantida e os suspiros também.

A previsão de publicação do primeiro livro é para o primeiro semestre de 2015.



Outra série que estará  chegando pela editora Charme, é a série Bliss, escrita pela autora neo zelandesa, BJ Harvey. A série contará ao todo, com 4 livros. 

O primeiro livro, Temporary Bliss, será publicado aqui ainda este ano.



Eu já havia anunciado aqui no blog que a editora também irá trazer a série Hartbeat da autora Teodora Kostova, porém fuxicando no blog da editora vi que o primeiro livro In a heartbeat, já tem um título nacional e previsão de lançamento. Num piscar de olhos, que conta a história de amor entre Max e Stella, chegará por aqui no segundo semestre de 2014. 


Próximos lançamentos da editora

Eu recebi um e-mail da editora e parece que a ordem dos seus lançamentos será assim. Lembrando que Absoluto já se encontra em pré-venda.


Postado por : Thainá Cristina
A minha querida editora Valentina está trazendo mais um super lançamento que já se encontra em pré-venda no site da Saraiva. Estou falando de Destino Mortal, da autora Suzanne Brockmann, que recebeu grandes elogios lá fora. O livro foi inclusive super recomendado pela autora J.R. Ward. 

Expulso de um grupo de elite de forma desonrosa, o ex-Navy SEAL Shane Laughlin consegue um emprego para participar de um programa de testes no Instituto Obermeyer (IO), uma fundação de pesquisas e desenvolvimento que trabalha com atividades secretas. Logo, Shane descobre que existem certos indivíduos que têm a habilidade de conseguir acesso a regiões inexploradas do cérebro, com resultados extraordinários, incluindo telecinesia, força sobre-humana e reversão do processo de envelhecimento. Conhecidos como Maiorais, essas raras figuras são criadas ou recrutadas pelo IO, onde, rigorosamente treinadas com o auxílio de técnicas ancestrais, conseguem cultivar seus poderes e usá-los de forma responsável.

No entanto, nas profundezas da segunda Grande Depressão dos Estados Unidos, onde o abismo social ameaça a ordem, ricaços imprudentes descobriram uma alternativa sedutora na forma de um novo produto: Destiny. Trata-se de uma droga capaz de transformar qualquer pessoa num Maioral, além de oferecer a juventude eterna para o usuário. O cartel sinistro conhecido como a Organização começou a produzir Destiny em larga escala, e a demanda pela droga se tornou epidêmica. Poucos, porém, sabem do seu verdadeiro perigo, e menos ainda detêm o segredo sujo do ingrediente crucial para a fabricação da substância.

Michelle “Mac” Mackenzie é uma das poucas que conhecem toda a verdade. Uma das agentes mais poderosas do IO, está determinada a acabar com o flagelo que Destiny representa para a humanidade. Mas sua atitude durona e marrenta sofre um abalo terrível ao descobrir que um dos novos recrutas para testes é Shane, o mesmo estranho que a atraiu sexualmente e bagunçou seu coração numa única noite de sexo selvagem.

Embora Shane não seja um Maioral como Mac, ele também tem seus talentos secretos. Mac, porém, tem motivos poderosíssimos para manter distância – e razões completamente equivocadas para desejar sua companhia. Ela, que sempre esteve acostumada a arriscar a própria vida, talvez seja, agora, obrigada a sacrificar seu coração.

Postado por : Thainá Cristina

O mês de aniversário de 1 ano do Porre de Livros está acabando, mas ainda deu tempo de reunir os blogs amigos e presentear, você leitor, com vários livros.

Tem livro para todos os gostos e é só escolher de qual kit quer participar e correr para o abraço. Se quiser participar de todos, fique a vontade. Aqui, é tudo para vocês. Mas antes de preencher os formulários, se liga nas regras:

1) Ter endereço de entrega no Brasil.
2) Preencher ao menos uma das entradas do formulário abaixo. Lembrando que não existe entrada obrigatória.
3) Após o sorteio o ganhador terá até 48 horas para entrar em contato e revindicar seu prêmio, caso contrário um novo sorteio será realizado.
A promoção começa hoje, 30/04, e termina dia 30/05.
 
Blog | Livros
Quatro Amigas e um Livro Viajante: O Segredo das Sombras
Inteiramente Diva: Quando Tudo Volta do John Corey Whaley
Livros e Fuxicos: Aconteceu em Paris
Minha Velha Estante: A outra vida
Seja-Cult: Quando eu era Joe
Solstício & Equinócio: Percy Jackson – Ladrão de Raios
Postado por : Bruna Souza 28 abril 2014
Título: No Limite da Atração
Saga: Pushing The Limits #1
Autora: Katie McGarry
Páginas: 364
Editora: Verus
Resenha por: Bruna Souza
Echo e Noah eram adolescentes comuns a primeira vista, mas ambos tinhas seus próprios demônios. Echo enfrentava problemas com a família. Odiava sua madrasta, tinha um péssimo relacionamento com o pai, perdera o irmão, e sua mãe bipolar tinha ordem judicial para não entrar em contato de forma alguma com a filha. Já Noah era o garoto problema que perdeu os pais e foi obrigado a ir para lares adotivos, sendo separados dos irmãos mais novos, e que desde cedo aprendeu que a palavra de um adolescente quase nunca é levada a sério.

Com as vidas devidamente ferradas, eis que cai um anjo em forma de “Assistente social clinica” (como ela mesma se nomeia) Sra. Collins, mal sabendo eles que ela seria a salvação de ambos, já que vê o potencial que Noah tem, e sabe que por detrás daquela fachada de Bad Boy sem sentimentos ele é um garoto bom que só quer viver em paz e com seus irmãos, e que Echo precisa lembrar-se de uma noite que “conseqüentemente” apagou da memória, para lidar com seus traumas e medos que a fez se fechar para o mundo.

Juntando o útil ao agradável, Sra. Collins consegue um emprego de monitora para Echo dar aulas a Noah, dando aos dois a solução que precisavam, já que Echo queria um emprego para poder consertar o único bem que seu irmão havia deixado e cuidava com amor e empenho, um carro, e Noah precisava se tornar um aluno exemplar para conseguir visitas supervisionadas aos seus irmãos.

Tenho que admitir que achei que este livro seria apenas mais um romance entre adolescentes. Me enganei profundamente. Sim, eles são jovens. E sim, o livro tem romance dos bons, mas a história não se resume a isso. O livro relata problemas que me peguei roendo as unhas para vê-los resolvidos. Echo e Noah enfrentam problemas que nenhum jovem deveria enfrentar, e ver a luta deles, o sofrimento, a dor e as perdas, me fez querer ajuda-los de qualquer maneira possível (estranho, eu sei).

Echo queria normalidade, mas desde o acidente que teve envolvendo sua mãe, passou a ser a esquisita da escola, usando luvas para esconder as grandes cicatrizes que tinha nos braços. Já Noah havia perdido os pais em um incêndio e os irmãos para uma família adotiva, e perdeu o direito de visitar seus irmãos sendo taxado como emocionalmente instável, quando espancou o pai da primeira família que o adotou.

O relacionamento deles inicialmente foi difícil, forçado, mas com o tempo eles começam a se entender de uma maneira como ninguém mais os entenderiam. Eles são aquele tipo de casal que você se apaixona imediatamente. Já Sra. Collins foi um personagem que realmente gostei e queria saber muito mais dela.

Tenho que dizer que essa foi uma das resenhas mais difícil de escrever. Eu amei o livro, que me fez chorar e rir ao mesmo tempo, e tive que ler duas vezes para enfim tentar escrever esta resenha, então me esforcei para escrever uma resenha a altura. Bem, ela não esta bem do jeito que eu esperava, mas infelizmente, esse foi o melhor que pude fazer.

Então é isso, espero que gostem da resenha e que realmente leiam esse livro que super recomendo. Esse é aquele tipo de livro que você tem que ler sem medo de se apaixonar. :)
Postado por : Eveline Maciel 25 abril 2014
Um bolinho é só o começo
Saga: Ame-me como sou #1
Autora: Ara Mystake
Páginas: 156
Editora: Multifoco
Resenha por: Eveline Maciel
Compre com desconto:
Site da Autora | Cultura
Travessa | Amazon Saraiva
 
Quando eu peguei o livro "Um bolinho é só o começo" pensei em se tratar de mais uma história aonde leria os dramas de protagonista rejeitada pela sociedade, mas quando comecei a leitura, confesso que me surpreendi com a escrita da autora Ara Mystake, que além dos dramas do dia a dia de uma pessoa acima do peso, também escreve um MA-RA-VI-LHO-SO conto com bastante erotismo, sensualidade e amor.
Fernanda, a protagonista da história, tem complexo com seu peso, evita experimentar roupas, adora comer coisas gostosas e convive diariamente com o preconceito da sociedade por ser acima do peso ideal.

Não vestir um jeans 36, não ter 1.80m de altura, não ser loira, não ter olhos azuis, não usar um Louboutin. A sociedade às vezes pode tornar-se cruel em tempo integral com pessoas que não seguem o seu "padrão", uma palavra tão pequena mas que nos rodeia e nos atormenta no dia de hoje, essa é a luta diária de Fernanda e de tantas gordinhas pelo mundo.

E quando não se segue esse padrão, até o simples ato de entrar em uma lojas de roupas se torna doloroso, pois o preconceito se encontra no olhar das pessoas que te lançam aquele olhar "nada aqui te cabe, sai". Eu passo por isso infinitas vezes, é chato, sofrível, massante, e a autora mostrou REALMENTE entender esse e tantos outros sofrimentos do nosso dia a dia no livro.

"... Aquele olhar era o que mais odiava. Pura reprovação, como se ela não tivesse o direito de estar ali, de sair pelas ruas, de existir. Podia não caber naquelas roupas, naqueles perfeitos padrões, tinha tentado duramente e desistido depois de tantos fracassos, mas tinha o direito de viver, de olhar qualquer pessoa nos olhos, Aquelas roupas podiam estar longe de seu alcance, mas o mundo pertencia a ela também. Não precisava da aprovação de ninguém para caminhar livremente por ele, para ser feliz vivendo nele."

Além dessas dificuldades do dia a dia, a autora também levantou uma questão de suma importância. Em uma sociedade tão superficial será que alguém é capaz de enxergar além das aparências, dos fracassos, dos sonhos que deixamos na nossa cama e levantamos pra enfrentar a selva de pedra? Será que também é padrão ser amado somente pelo que se mostra e não pelo o que se é de verdade?

"... Dois homens olhavam em sua direção. Seguiu com os olhos a mulher que passou a sua frente. Jeans apertado, blusa modelando a cintura... Era óbvio que os homens olhavam e não era ela e seus muitos quilos acima do peso. Mas, por um instante, imaginou ser objeto de admiração dos homens que lançavam olhares de desejo em sua direção..."

E aí, um olhar pode mudar tudo.

"Queria guardar só mais um pouco daquela sensação. Ao virar-se encontrou os olhos escuros ainda a encarando. Procurou a mulher, mas não encontrou, nem ninguém digno daquele olhar. OLHAVA-A?"

Ricardo por sua vez está cansado de ficar só e, incentivado por seu irmão, decide sair em busca de sua "deusa". Com o destino se encarregando de cruzar seu caminho com o de Fernanda, Ricardo sente uma forte atração pela moça, e no decorrer do livro nos cativa com seu carinho e atenção a Fernanda e com seus complexos, mostrando tanto para ela, como para os leitores, de que aparência de fato não é tudo na vida, e que somos bonitos pelo o que demonstramos ser e não pelo típico físico ou status.

"- Não, por que eu estaria te traindo?
- Por quê? Que tipo de pergunta é essa?
- Você está dizendo que pensou que eu estava te traindo. Quero saber porque eu faria isso.
- Porque ela é bonita, é o tipo de mulher certo pra você.
- E você não?"

Ara mostrou que quando não conseguimos lutar por nós mesmo, sempre terá alguém que vai nos amar como somos, aceitar nossos defeitos, nossas lamúrias, nossa baixa estima, os preconceitos que carregamos conosco, tabus, tudo isso. E que quando se resolve ter uma vida a dois, não importa, qual seu manequim, ou se você tem alguns tiques, importa quem você é por dentro e isso basta. E Ricardo deixa isso bem claro durante todo o livro, ele pode ser o oposto físico da Fernanda, mas só ela e apenas ela completa-o por inteiro. O livro passa a mensagem de que por mais que não nos encaixemos nos padrões, há sempre alguém que vai largá-lo para se encaixar na gente, por essa pessoa sim, vale a pena, sorrir, se entregar, não sentir medo.

"- Andou falando com Bruno?- a interrompe
- Bruno? Não.
- Ele me disse a mesma coisa.
- Que sua consultora é o tipo certo pra você?
- Não, que você não é meu tipo de mulher. Por que ela é meu tipo de mulher e você não?
- Porque ela está dentro dos padrões.
- Que padrões? Quem definiu esses padrões? Eu defino meu tipo de mulher e escolhi você."

Uma leitura rápida, envolvente e que me surpreendeu por não ser somente um! Escreve logo o segundo Ara! Todos os personagens têm sua devida importância no enredo, o que achei bem interessante. Ricardo e Fernanda formam um casal maravilhoso, se completando nas dificuldades, alegrias, medos e insegurança, ele a apoia e ela se mostra uma mulher perfeita para ele em todos os quesitos.

Minha dica é que compre e se renda aos encantos do livro porque com toda certeza Um bolinho é só o começo é uma ÓTIMA E PERFEITA leitura. Boa viagem para vocês nas páginas desse maravilhoso livro e que venha Ame-me como sou 2.

"- Então qual é o plano?
- Plano? - Ele a encara confuso.
- Sim, você me convidou pra sair e estamos aqui. E agora qual é o plano?
- É um plano simples, agora eu peço seu telefone.
- E depois?
- Depois eu ligo.
- É um plano simples.
- Essa é a parte fácil."
Postado por : Thainá Cristina 23 abril 2014
A editora Charme liberou hoje a capa e sinopse do primeiro livro da série B&S, da autora Kimberly Knight.  O lançamento do livro aqui no Brasil está previsto para agosto desse ano.


​Tudo o que eu preciso - B&S - Livro 01 - Kimberly Knight
Spencer Marshall estava deprimida.
Depois de pegar seu namorado traindo-a com a secretária, ela decide ter um fim de semana só de garotas em Las Vegas, com sua melhor amiga, Ryan. A sorte deve estar a favor de Spencer, porque o gostoso que tem chamado sua atenção na academia está no mesmo voo que elas para Las Vegas.
Spencer pode até ser chamada de antiquada, mas ela acredita que o cara deve dar o primeiro passo numa relação. Só que este gato não se aproximou dela ainda... até que eles têm uma dança extremamente quente em Las Vegas, que a faz questionar os motivos dele.
Será que seu gato, finalmente, falará com ela ou ele vai continuar com esse joguinho de flertar, que pode não dar em nada? E será que as situações do passado deles os impedirão de dar o próximo passo?
Apesar do que as pessoas dizem, nem tudo que acontece em Vegas fica em Vegas, especialmente quando você malha todos os dias, no mesmo horário e na mesma academia.​

Postado por : Thainá Cristina 22 abril 2014

Um blog não se faz sozinho, é necessário que pessoas leiam e comentem, fazendo com que ele cresça a cada dia. Pensando nisso, como forma de agradecimento, o Um livro e nada mais que comemora seu primeiro ano, se uniu a 11 blogs e te darão muitos livros. Participar é fácil, só seguir as regras e que a sorte esteja sempre ao seu favor.

Regras:
Ter endereço de entrega no Brasil;
Preencher corretamente o formulário abaixo, qualquer dúvida, favor nos informar;
Responder o e-mail em até 48 horas após o envio;
Uma pessoa só poderá ganhar um dos Kits abaixo, mas poderá participar de todas;
Todas as regras serão vistas e revisadas, caso não seja possível a conferência do mesmo, o vencedor será desclassificado.
Não nos responsabilizamos por extravio e devoluções;
Os blogs, editora e autor, tem entre 45 dias a 60 dias para responder;
Todas as dúvidas deverão ser feitas pelo e-mail: umlivroenadamais@gmail.com.
Postado por : Thainá Cristina 21 abril 2014

Olá amigos!
Hoje vim anunciar a nova parceria do blog com uma editora que está chegando agora no mercado. Muito obrigado editora Charme, pela confiança e por acreditar no trabalho do blog

A Editora
A Editora Charme foi criada por três mulheres, amigas, amantes da leitura, que tinham um desejo em comum: proporcionar leitura de qualidade, com foco em livros New Adult, Young Adult, Chick Lits e romances, para atender a um público leitor que cresce mais e mais a cada dia, mas que não tem uma editora com os olhos voltados para ele: as mulheres.

A vontade de compartilhar as leituras, que faziam em inglês, com outras leitoras que não tinham acesso aos livros devido à barreira do idioma, despertava cada vez mais a vontade dessas amigas em montar um negócio para proporcionar a oportunidade de que outras leitoras pudessem ler os mesmos livros que elas tanto amam, e que, no Brasil, não costumam ter muito investimento por parte dos grandes grupos editorias.

Juntando o amor à leitura à diversidade de suas áreas de formação profissional, elas resolveram agregar seus conhecimentos para criar a Charme.

Uma editora jovem, feminina, dinâmica, moderna, divertida, romântica e sensual como suas donas.


Conheça alguns dos livros que serão publicados em breve pela editora Charme.

 
 

Acompanhe a Charme:
Postado por : Thainá Cristina
Título: Once Upon A Time: Uma 
Antologia de Contos de Fadas
Autores: Kevin Tong, 
Jacob Grimm e Wilhelm Grimm
Páginas: 272
Editora: Planeta do Brasil
Resenha por: Thainá Cristina
 
Ok, eu admito. Contos de fadas nunca foi a minha praia e sou super ignorante no assunto e para isso existem dois motivos. O primeiro é que essa "coisa" de romance, amor a primeira vista, casamento e etc nunca me atraiu desde muito nova, e a segunda é que sempre fui uma criança preguiçosa e que passava longe de livros, então contos de fadas para mim só se fossem aqueles dos filmes da Disney que existiam em fitas VHS, sim em VHS porque sou velha!

Então imagine a minha surpresa quando peguei Once Upon a Time - Uma antologia de contos de fadas, e descobri que existe um mundo deles? Sim, eu disse que era ignorante no assunto!

O livro traz ao todo 30 contos dos mais variados. Há aqueles que todos já conhecem, inclusive eu, como "João e Maria", "Cinderela" e "A Bela Adormecida", que é meu favorito. E há também aqueles menos conhecidos como "Seis atravessam o mundo inteiro", "A mesa mágica, o asno que cospe ouro e o porrete dentro do saco" ou até "Rumpelstilsequim", que antes eu só tinha ouvido falar na série Once Upon a Time, que inclusive marca presença no livro com um prefácio escrito pelos criadores dela, Edward Kitsis e Adam Horowitz, que contam como e quando surgiu a ideia da série e o porque, depois de quase 200 anos, esses contos continuam sendo atuais e de tamanha influência, seja em filmes ou na própria literatura.

O livro realmente me surpreendeu e de uma forma bem positiva, e em menos de 5 minutos eu já estava completamente apaixonada por ele, e isso se deve não somente aos contos dos irmãos Grimm, mas também ao trabalho da editora Planeta que em poucas palavras, está DIVINO! Se percebe o cuidado da editora em cada detalhe do livro, que é belíssimo por dentro com diversas ilustrações. Algumas no começo de cada capítulo, outras no final. A capa também está um espetáculo. Além da arte lindíssima, o livro é de capa dura. O que deixa tudo mais bonito. *-*


Minha avaliação final é de 5 estrelas que significa, estou completamente in love pelo conjunto geral da obra. Seja pela mente e criatividade dos irmãos Grimm, ou pelo trabalho da editora. Esse é um livro que realmente vale a pena ter pra sempre na estante ♡
Postado por : Thainá Cristina 17 abril 2014
Ela era um fenômeno, como estudante de direito.

Ele era o advogado mais temido do estado.

Prestes a se formar com honras, Kate se viu imersa no mundo do Direito civil, antes mesmo de estar com seu diploma em mãos. Conhecendo o trabalho do Dr. Gabe Szaloki, ela foi pega, inesperadamente, em uma onda avassaladora de atração, mas ainda assim relutou a se permitir viver esse tórrido romance. Porém, Gabe não era imbatível apenas nos tribunais. Ele queria Kate a qualquer custo e mostraria a ela porque ele sempre saía vitorioso em seus casos.

Em meio a casos jurídicos, os dois se enfrentam em um duelo de palavras, que serve apenas para acender a chama incandescente que Gabe sente por Kate. Kate se vê seduzida pouco a pouco pelo poderoso advogado, entregando seu coração de maneira despretensiosa.

Maquinações invejosas, um conflito e um mal entendido fazem com que os dois se afastem. E quando a verdade vem à tona, Gabe tem que provar que seu amor por Kate é simplesmente absoluto.
Postado por : Thainá Cristina 15 abril 2014

Hoje dia 15 de abril é dia de #HyperboleNaPlaneta!

Hyperbole and a Half é um famoso blog americano criado por Allie Brosh, que com tirinhas criativas conta situações do seu dia a dia de maneira engraçada e irônica. O blog faz tanto sucesso nos Estados Unidos que Allie hoje é considerada uma das 50 personalidades criativas mais influentes do mundo. E nesse livro, que é um dos lançamentos de março da editora Planeta, Allie reúne suas histórias mais engraçadas e de mais acessos em seu blog, junto com tirinhas exclusivas para descontrair o leitor que até em alguns momentos pode se identificar em certas situações, como eu me identifiquei com a tirinha aonde Allie brinca sobre a motivação.


O trabalho gráfico do livro é belíssimo e super colorido, o que combina bastante tanto com as histórias, como com a personalidade da autora, e cada história no livro tem uma cor de página diferente ♡


Hyperbole and a Half é um livro de leitura super fácil, rápida e prazerosa. Esse é aquele livro que você lê em menos de 2 horas e que te encanta logo nas primeiras páginas quando Allie conta que aos 10 anos escreveu uma carta para o seu eu do futuro e que só foi se lembrar dela 17 anos depois, e logo decide escrever para seu eu do passado o que rende ótimas risadas.


Com base nessa experiência super engraçada de Allie, a editora Planeta propôs que seus parceiros e leitores escrevessem uma carta para o seu eu do futuro, e que a guardasse para ser lida a daqui 10 anos. Achei a ideia super legal e super topei! Uma das perguntas que me fiz foi "Já parou de comprar tantos livros? Aonde eles estão guardados? Eles já tomaram todo o espaço vago no guarda roupa? Na cômoda? Você ainda tem algum espaço vago aonde NÃO tenha livros??" hahahaha.

E você? O que você escreveria para o seu eu do futuro? Participe dessa brincadeira também!
Postado por : Alessandra Regina 14 abril 2014
Título: Um Perfeito Cavalheiro
Saga: Os Bridgerton- Livro 3
Autora: Julia Quinn
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Resenha por: Alessandra R.
Hoje falaremos de “Um Perfeito Cavalheiro”, o terceiro livro de uma das séries, do gênero romance histórico, mas aclamada pelos leitores, OS BRIDGERTONS.

Aliás, se você está descobrindo Os Bridgertons agora, sugiro que leia antes as resenhas dos dois primeiros livros da série: “O Duque e Eu” e “O Visconde que me Amava”.

Esta semana me pediram o nome de todos os Bridgertons (lembrando que cada livro conta a história de um irmão), vou organizá-los em idade cronológica (do mais velho para o mais novo), são eles:

Anthony Bridgerton – Livro 2 “O Visconde que me Amava”
Benedict Bridgerton – Livro 3 “Um Perfeito Cavalheiro
Colin Bridgerton
Daphne Bridgerton – Livro 1 “O Duque e Eu”
Eloise Bridgerton
Francesca Bridgerton
Gregory Bridgerton
Hyacinth Bridgerton

E então, quer se jogar no mundo dos contos de fadas? Então vem!

“Um Perfeito Cavalheiro” têm em suas primeiras páginas fatos que vão lhe remeter a um dos contos de fadas mais adorado e conhecido de todos nós, Cinderella. Mas não se preocupe, estou mais do que certa que trata-se apenas de uma licença poética, usada pela diva Julia Quinn, escritora da série, para nos introduzir ao sofrido mundo de nossa mocinha Sophie Beckett.

Sophie Beckett é filha ilegítima do Conde Richard Gunningworth. O Conde nunca assumiu a paternidade de Sophie, dizia a todos tratar-se de uma pupila, porém as semelhanças físicas com o mesmo não deixava dúvida, era sua filha.

Durante a infância Sophie fora criada sozinha na mansão Penwood, tendo apenas a companhia de seus empregados, recebeu educação adequada as crianças de sua idade, mas raramente via o Conde.

Mas então, o Conde decide se casar...

Sim, queridos leitores, teremos uma madrasta (com M maiúsculo), uma filha que é um pesadelo e outra que não é tão má assim. É claro que haverá um baile, e Sophie, vestida como uma princesa cintilante, precisará deixa-lo à meia-noite em ponto.

Mas para atrás não ficará nenhum sapatinho, apenas uma luva...

Violet Bridgerton, a matriarca dos Bridgertons, irá oferecer um baile de máscaras. Será mais uma excelente oportunidade para avaliar as boas pretendentes disponíveis, afinal, Violet ainda tem dois filhos em idade para se casarem.

Benedict Bridgerton, mais conhecido como “Bridgerton n° 2”, não está interessado em se casar, os bailes desta temporada o deixaram entediado e nenhuma garota consegue roubar a sua atenção. Mas tudo isso muda no momento que uma misteriosa garota adentra o baile de máscaras, sua felicidade e beleza parecem iluminar todo o baile e imediatamente, Benedict se vê sem chão, e sente que algo mudou para sempre a sua vida.

Após algumas poucas horas com a encantadora garota misteriosa, ela desaparece, saindo desabalada pelo salão, Benedict não consegue alcança-la e tudo o que lhe sobrou foi uma luva.

E é isso, a licença poética ao conto de fadas acaba ai, depois a história dá um salto de dois anos no tempo, onde nem de longe, nossa querida Sophie vive uma vida parecida com a de Cinderella.

Dois anos após o baile de máscaras, Benedict ainda sonha com a linda garota de vestido prateado que condenou a sua alma e encantou seu coração. Benedict já está mais do que seguro quanto a decisão de não se casar, pois tem certeza que seus sentimentos por qualquer outra garota seriam imediatamente dispensados assim que encontrasse a garota que habita em seus sonhos.

Durante uma festa privativa para cavalheiros, Benedict salva uma garota das garras de três homens bêbados, e muito pouco bem intencionados, sente uma conexão imediata com a ela e não consegue evitar de pensar que precisa ajuda-la a ter uma vida mais digna. O que Benedict nem desconfia é que acabou de encontrar Sophie, uma garota extremamente forte e de princípios rígidos, mas depois de muito maltratada pela vida, não guarda mais as belas nuances da garota de seus sonhos.

Bom, o que vem a seguir é o que Julia Quinn faz de melhor, transformar aparentes clichês em uma trama familiar – sim, porque os Bridgertons são por si só, um personagem a parte – cheia de romances impossíveis e disparidades sociais, tudo em um texto requintado, fluido e muito bem humorado, que são as marcas registradas da autora.

“Um Perfeito Cavalheiro” é mais um fascinante livro de Julia Quinn, indispensável para quem gosta de um excelente romances de época.

Você não achou que eu encerraria esta resenha sem falar de Lady Whistledown, a ferina e sarcástica colunista das Crônicas da Sociedade, não é? Pois bem, no final deste livro, temos uma – talvez – dica de que a identidade da personagem mais cativante da série Os Bridgertons, esteja prestes a ser revelada. Já nas últimas linhas do livro, a mesma se descreve cansada após 11 anos escrevendo sobre a sociedade Londrina. Eu arrisco dizer que esta revelação renderá um livro inteiro da série.

E eu, esperarei ansiosamente.

Beijo no cuore, queridos!

Ps: E aguardem, o próximo livro da série “Os Segredos de Colin Bridgerton”, finalmente, trará a história de Colin e minha mais que que-ri-da Penelope Featherington.
^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -