Archive for Janeiro 2015

Postado por : Alessandra Regina 21 janeiro 2015
Título: Agora e Sempre
Saga: Sequels #1
Autora: Judith McNaught
Páginas: 416
Editora: BestBolso
Resenha por: Alessandra
Oi, gente!!!

Feliz 2015 para todos vocês!

Começarei o ano falando de livros que vinha postergando a leitura por dois motivos: falta de tempo e porque não são muito baratos fáceis de achar. Então, preparem seus forninhos porque vamos falar da Diva JUDITH McNAUGHT.

As publicações de JUDITH McNAUGHT no Brasil são confusas e difíceis de acompanhar. Explico, cada livro tem começo, meio e fim, e podem perfeitamente serem lidos de forma independente, PORÉM, fazem parte de determinadas séries onde alguns fatos, lugares ou personagens se entrelaçam.

Ou seja, para nós - leitores ávidos e exigentes - fica a sensação de que fomos lesados no conteúdo. Mas já passamos por isso outras vezes.

Começarei falando de uma das mais aclamadas séries da autora, “SEQUELS”, editados pela EDITORA RECORD:

Livro 1 – "AGORA E SEMPRE" (Once and Always – 1987) - Casal: Victoria Seaton e Jason Fielding

Livro 2 – "Something Wonderful" (1988) - Casal: Alexandra Lawrence e Jordan Townsende

Livro 3 – "ALGUÉM PARA AMAR" (Almost Heaven – 1990) - Casal: Elizabeth Cameron e Ian Thornton

Bom, imagino que há essas alturas vocês já estão se perguntando: Por que não publicaram o segundo livro da série? Olha, é difícil dizer! Estamos falando que uma das mais renomadas autoras do gênero e de um livro que vendeu milhares de cópias, portanto, também não fui capaz de chegar a uma resposta convincente.

O livro que dá início a essa intensa e fabulosa jornada é "AGORA E SEMPRE".

VICTORIA SEATON tem 18 anos e acaba de ficar órfã. Ela e sua irmã mais nova, Dorothy, estão completamente desamparadas. Graças ao médico que esteve presente aos últimos momentos de seus pais, Victoria foi informada - e muito surpreendida - com a notícia que sua mãe tem parentes que fazem parte da aristocracia inglesa. Sua irmã foi gentilmente aceita para ir morar com sua avó, a Duquesa de Claremont, mas Victoria não a acompanhará, será conduzida para a casa de um primo distante.

VICTORIA é uma garota simples, muito inteligente, esforçada, determinada e exuberantemente linda. Com sua madeixas cor de fogo nem se dá conta do quão é atraente, e de que mais parece uma Deusa. Embora sua vida esteja longe da tranquilidade com que tanto sonhou é a esperança de reencontrar seu amor de infância, Andrew, que a mantém firme e confiante.

JASON FIELDING é um homem duro, arrogante e amargo. Dono de uma alma torturada, solitária e infeliz ele não acredita em nada e em ninguém. Para LORD JASON FIELDING a vida é um grande jogo de interesses onde todos valem quanto pesam e carregam no bolso. Os homens o temem por sua empáfia e riqueza, as mulheres o idolatram pelo seu poder de sedução, beleza devastadora e pela trilha de dinheiro deixada por seus passos.

Uma carroça está parada diante a imensa, imponente e elegantíssima mansão de JASON FIELDING, uma garota chamada VICTORIA SEATON, suja de lama, descabelada e segurando um leitão nos braços está parada em sua porta dizendo ser uma prima distante da América que foi convidada para passar algumas semanas.

Caros, como a grande maioria sabe, sou uma fã incondicional de romances históricos ou de época – como queiram chamar – e já li vários deles, mas NADA neste mundo poderia ter me preparado para JUDITH McNAUGHT.

Nós todos sabemos que os romances de época são sobre redenção, o resgate da melhor parte que todo ser humano tem guardado, esquecido ou adormecido que vem à tona através de muito sofrimento e amor, mas, meu amigo, o que essa mulher faz em suas histórias é simplesmente estupefante, inenarrável!

São cerca de quinhentas ou - com sorte - mais páginas de uma trama muitíssimo bem articulada (eu pessoalmente nunca tinha livro um romance de época tão bem escrito e elaborado), sem deslize, sem brechas, sem pontas soltas, sem coincidências conveniente e principalmente, sem ar! O texto é muito intrigante, eximiamente bem escrito, enlouquecedoramente sedutor e envolvente.

E esse casal, meus queridos, é literalmente DE-LI-CI-O-SO!!!

Eu não vou dizer nenhuma outra palavra sobre o que foi uma das minhas melhores descobertas literárias dos últimos tempos! Querem saber mais? ENTÃO, CORRAM ATRÁS DESTE LIVRO!!!

Mas eu nunca poderia terminar esta resenha sem falar de uma pessoa que eu tenho enorme admiração e respeito, minha querida SUELI JANSEN. Foi graças a uma de suas maravilhosas resenhas para o Blog Romances in Pink que eu descobri JUDITH McNAUGHT. Imaginem qual não foi a minha surpresa quando lhe enviei um e-mail, com algumas dúvidas sobre os livros de Judith, e ela prontamente me orientou e ajudou a entender melhor a obra desta escritora maravilhosa.

Então, quando as próximas duas resenhas da série “SEQUELS” sairem, saibam que esta que vos fala foi muitooooo bem orientada!

Sueli, meu MUITO OBRIGADA por toda essa sua “querideza”!

Agora, larguem tudo e vão comprar, trocar, emprestar esses livros, minha gente!

* O livro que eu li foi a versão da EDIÇÕES BestBolso com têm 416 páginas. O texto está na integra como o da edição Best Seller (capa abaixo).

^

- Copyright © 2013 Quatro Amigas e um Livro Viajante - Hospedado pelo Blogger -